sábado, 10 de janeiro de 2009

Hamas dá sinais de esgotamento

A informação foi divulgada pelo jornal "Hareetz". Pelo fato do chefe militar do Hamás ter sido morto durante combate com tropas em solo mostra que o Hamas está seriamente abalado. Não é comum um chefe de operações arriscar-se no campo batalha. Companhias inteiras do Hamas teriam sido mortas e muitos membros teriam desertado, segundo o militar israelense ouvido pelo jornal. "Eles estão com medo de lutar, por isso, Amir Mansi tomou a iniciativa de ir para o front", disse.

Um comentário:

Avraham disse...

Israel estado genocida, desrespeita todas as leis internacionais e mantém um campo de concentração em Gaza ! As eternas vítimas do holocausto agora são os carrascos dos palestinos ! Tribunal PenaL Internacional Já !!!!!!!!!!!!!